A graça da mulher que se ama

Foto: Maria Eloise Albuquerque

Ave Marie, tão cheia de loucura 
A Deusa é contigo se quiseres 
Bendito é o prazer das mulheres 
Tal como os lábios brandos de doçura. 

Doce mel colhido em noite escura 
Pelo toque mais gentil dentr’os seres 
Tu escondes do mundo sem saberes 
Que aí a alta graça se figura 
  
Foi Vida que te deu. Não tem vergonha 
Do presente dado e o desfruta: 
Ama do teu corpo a formosura; 
  
Ouve tua voz e com ela sonha; 
Goze da graça de origem bruta 
E descanse, musa amada e pura.

Comentários